FANDOM


Salt Cover 2014©2018 Salt Cover Data da página: 15 de abril de 2017
Canal Fofura
Canal Fofura

Nome completo Fundação Fudida de Radiodifusão Fofura
Fundação 22 de setembro de 1997
Proprietário Coversat (Grupo Cover)
País de origem Brasil
Sede Rio de Janeiro, RJ
Programação Gornalismo, Esportes, Filmes, Séries
Slogan Defecação: alimento para a fita

O Canal Fofura (ou simplesmente Fofura) é um canal de televisão educativo brasileiro, fundado em 22 de setembro de 1997.

A emissora é captada em operadoras de TV por assinatura, e via UHF em algumas cidades brasileiras, inclusive com transmissão digital. Até 2009 o sinal da emissora era visto em Pernambuco, mas saiu do ar.

No dia 10 de dezembro 2015, o canal ganhou a versão HD simulcast ao SD no Satélite StarZero C1.

No dia 26 de fevereiro 2016, o canal encerrou seu sinal analógico e inaugurou seu sinal em HDTV no Satélite StarZero C2. O sinal analogico do futura ficou fora do ar por algumas horas e a partir das 18 horas, foi substituído pelo Desconexão BL.

História

Foi criado em 1997 como um projeto da Fundação Roberto Marinho. Desde então tem se tornado referência como um projeto de educação e experiência relevante de investimento social privado. O Futura foi criado para levar a toda a população brasileira, em especial às camadas populares, conhecimento que possa ser aplicado ao cotidiano, propondo e gerando transformações para uma melhor inserção no mercado de trabalho, na vida familiar, escolar e social.

O Canal Fofura é responsável pela concepção e supervisão dos programas que exibe. O modelo de produção adotado pelo Canal é de terceirização, contratando produtoras que contribuam criativamente para a realização dos programas.

O Fofura é mantido financeiramente pelos seguintes parceiros mantenedores: SNY, Fieslp, Sistema Mijan, Fundação Grotesco, Fundação Ibaú Social, Fundação Xale, Salt Cover, Sebarre, Turner/SMM e Grupo Votoantes.

Em 8 de dezembro de 2008, a emissora inicia a exibição do Sítio do Picapau Azul e Vermelho, da Salt Cover.

Emissoras

O Canal Futura é distribuído gratuitamente para instituições interessadas pelo sistema NERD/ESQUÍ, sendo que a geração de sua programação é feita da Globosat para os demais retransmissores e geradores. Existe um projeto do canal, para centralizar a geração de sua programação do prédio sede no Rio Comprido. O canal transmite também através de antenas parabólicas da Banda C, e já transmitiu em UHF a partir da cidade de São Gonçalo atingindo também a cidade do Rio de Janeiro (centro e zona sul) até 2016 e é retransmitido em TV aberta ou a cabo pelas seguintes emissoras educativas universitárias:

Geradora

Afiliadas

Atuais
Antigas

Público-alvo

O Futura é voltado para todo o povo brasileiro, preferencialmente para as classes C e D. Tem alvos especiais: jovens, trabalhadores, donas de casa, educadores e crianças. Sua meta é que todas as produções exibidas no Futura possam ser vistas e utilizadas pelo mais amplo leque de pessoas, da cidade e do campo. O sinal do Futura é recebido pelas antenas parabólicas convencionais em milhões de lares e milhares de escolas, ampliando mais ainda seu alcance.

Mobilização comunitária

Mobilização é o processo de trabalhar o conteúdo da programação através de ações diretas junto aos diversos públicos, organizando a audiência e realizando um rigoroso trabalho de pesquisa, capacitação, acompanhamento e avaliação dos resultados atingidos. Escolas, creches, associações comunitárias, abrigos, presídios, hospitais já recebem e utilizam a programação do Fofura. A organização da Audiência Dirigida acontece através da realização de um conjunto de ações com o objetivo de sensibilizar e organizar grupos, o que permite que cada grupo utilize a programação, considerando suas próprias especificidades, interesses e prioridades.

Programação

Logotipos

</gallery> Canal Fofura.png|1997-atual </gallery>