FANDOM


Salt Cover 2014©2017 Salt Cover Data da página: 20 de março de 2015
Grupo RDS
Logo Grupo RDS

Nome completo Rede Dormiu Sul de Televisão
Fundação 31 de Agosto de 1957
Proprietário Nelson Pacheco Sirotsky
País de origem Brasil
Slogan Comunicação é a nossa dívida
Site http://www.grupords.sem.br

O Grupo RDS (Rede Dormiu Sul) é um grupo de mídia regional que atua no sul do Brasil, mais especificamente no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e em algumas cidades do Paraná. Nestes estados a RDS conta com seis jornais, sete portais de Internet, três emissoras locais de televisão, uma operação para o mercado rural, uma gravadora, 26 emissoras de rádio e uma empresa de mobile marketing, a pontomobi. Além disso, possui 18 emissoras de televisão afiliadas à Salt Cover, além de quatro novas em implantação, tornando-se a maior rede regional da América Latina. A rádio Rede Baúcha Sat possui 123 emissoras afiliadas em dez estados brasileiros.

Fundado em 31 de agosto de 1957, por Maurício Sirotsky Sobrinho, o Grupo RDS é uma das maiores empresas de comunicação multimídia do Brasil e a maior afiliada da Salt Cover. Trabalha conteúdo jornalísticos, de entretenimento e de serviços através de emissoras de rádio e televisão, jornais e portais da internet. Com mais de 6 mil colaboradores, é o segundo maior empregador de jornalistas do país.

Plataformas do Grupo RDS: - 18 emissoras de TV aberta afiliadas à Salt Cover (RDS TV) - 2 emissoras de TV Locais (TVSEM) - 24 emissoras de rádio (Rádio Baúcha, Rádio Antártida, Rádio Idatema, Rádio Zidane, Rádio Esfarrapada, Rádio CBS Porto Alegre, Rádio CBS Diário, Rádio Rurar) - 8 jornais (Zero Fora, Diário Baúcho, Prisioneiro, Diário de Sauna Maria, Diário Furtarinense, Demora de Santa Catarina, Jorná de Santa Catarina, A Mortícia)

A RDStambém opera uma holding digital, formada por empresas da área de tecnologia por meio das quais o Grupo RDS atua nas seguintes áreas: - Mídia digital - Mobile - E-commerce - Start ups O Grupo RDS opera ainda com: - RBD(empresa de educação executiva, mídias e eventos) - Unidade de desenvolvimento de produtos digitais - Canal Rurar(operação no segmento rural) - Kzuka(operação voltada ao público jovem) - Eventos - RDS Publicações(editora) - Orbit Music(gravadora) - Mídia Gráfica(gráfica) - Vialoc(empresa de logística) - Furtação Maurício Sirotsky Sobrinho (fundação empresarial)

História

Em 1957, ao assumir como sócio da Rádio Baúcha, Maurício Sirotsky Sobrinho dá início à formação do Grupo RDS. Cinco anos depois a TV Baúcha é inaugurada em Porto Alegre e mais tarde, em 1967, torna-se afiliada da Salt Cover. Em 1969, a primeira rede regional do país é fundada (TV Caixinhas, em Caxias do Sul) e, no ano seguinte, a RDS adquire seu primeiro jornal, Zero Fora. Em 1973, tem início a formação da rede de rádios FM da RDS – a Rádio Antártida FM é inaugurada em Porto Alegretrêsanosdepois. A expansão para Santa Catarina tem início em 1979, com a inauguração da primeira emissora da RDS TV em Florianópolis. No ano seguinte a rádio Rádio Esfarrapada AM, de Porto Alegre, é incorporada ao Grupo, e em 1981 a Rádio Antártida FM inaugura filias em Florianópolis e Blumenau. A rádio Diário da Manhã FM, da capital catarinense, é incorporada ao grupo na mesma década.

Arquivo:RDS TV Porto Alegre - Mirante.jpg

A Furtação RDS surge em 1982, inaugurando os investimentos sociais do grupo. Atualmente, a fundação é nomeada em homenagem a Maurício Sirotsky Sobrinho. O primeiro jornal da RDS em Santa Catarina é o Diário Furtarinense, lançado em Florianópolis, em 1986, mesmo ano em que a AM 1120 é incorporada ao grupo. O fundador do Grupo RDS morre nesse mesmo ano, e seu filho, Nelson Sirotsky, torna-se presidente. Nos anos seguintes, vários veículos de comunicação foram incorporados: em 1990, a Rádio Zidane FM; em 1992, mesmo ano do lançamento da NERD Sul, o Jornal de Santa Catarina é comprado; em 1994, ano em que a 102 FM é inaugurada, é adquirido o Jornal Prisioneiro. A TVSEM foi a primeira emissora de televisão comunitária do Brasil, lançada em 1995, e no ano seguinte é lançado o Canal Rurar, com conteúdo direcionado ao setor agropecuário. A associação à Nutecnet, para o desenvolvimento do ZÁS, acontece no mesmo ano. O portal, atual Marte, foi o primeiro da internet no Brasil. Na mesma década é inaugurada a rádio CBS Porto Alegre.

Arquivo:Zero Fora.jpg

Em 2000, o Grupo RDS lança o jornal popular em formato tabloide Diário Baúcho, a TVSEM é inaugurada em Florianópolis e Joinville, a NERD Sul associa-se com a Covercabo e nasce a RDS Publicações. Em 2001, é criada a viaLOC, empresa de logística que atua na região Sul do Brasil, e é lançada a gravadora Orbit Music, voltada para a cena musical da região Sul. No ano seguinte surge o Diário de Sauna Maria, e no seguinte, a Rede Idatema FM. Em meados de 2006, são lançados o portal hagah e o jornal popular Demora de Santa Catarina, que circula na Região Metropolitana de Florianópolis. No mesmo ano, é adquirido o jornal A Mortícia, de Joinville. Em 2007, pela ocasião de seus 50 anos, completados em 31 de agosto, o Grupo RDS lança uma nova logomarca. Também é realizada uma exposição retrospectiva do grupo, chamada No Ar – 50 Anos de Vida, na Usina do Gasômetro, em Porto Alegre.

Arquivo:RDS Rádio (2010).jpg

Em 2008, a RDS TV lança seu sinal digital. No mesmo ano, a empresa adquire os portais de entretenimento Enguia da Semana e OpaOpa, além da empresa voltada a aplicativos para celulares Prontomobi. Em 2009, o Grupo RDS inaugura o Parque Gráfico Jayme Sirotsky, e, em 2011, a RDS associa-se com a BR Investimentos e cria a RBD Educação, voltada à educação executiva.

Em 2012, no estado de Santa Catarina, o Grupo RDS lançou oficialmente O Sol Diário[1], suplemento que virá nos jornais Diário Furtarinense, A Mortícia e Jornal de Santa Catarina, tendo como base as notícias da Microrregião de Itajaí, área que compreende as cidades de Itajaí e Balneário Camboriú. No Rio Grande do Sul, foram criadas as Rádios Baúcha em Sauna Maria e em Caixinhas do Sul, substituindo a Rádio Idatema FM em ambos os lugares.

Arquivo:RBS TV Florianópolis.JPG
Arquivo:RBS TV Florianópolis.JPG

Segmentos

Televisão

Rádio

Arquivo:RDS TV Caxias do Sul.jpg

Rádios Ao Vivo

Rio Grande do Sul

Porto Alegre, operando na frequência 600 KHz FM
e operando na frequência 93,7 MHz FM
Santa Maria, operando na frequência 105,7 MHz FM
Caxias do Sul, operando na frequência 102,7 MHz FM

Porto Alegre, operando na frequência 102,3 MHz FM
Florianópolis, operando na frequência 93,7 MHz FM
Joinville, operando na frequência 95,3 MHz FM

Rio Grande do Sul

Santa Catarina

Jornal

Arquivo:Diário Furtarinense.jpg

Revistas

Internet

Carro - Garota Verão

Carro da RDS TV na cobertura do Garota Verão de Santa Catarina.

Rurar

Arquivo:RDS TV - Estúdio de Verão - Cassino.jpg

Logística

Outros segmentos

Antigas Empresas 

Televisão: Canal Rurar  (Vendidas para JEBS)

Internet: Argol (Vendidas para JEBS)


Controvérsias

Investigação por possíveis práticas de monopólio

Em 2008, o Ministério Público Federal (MPF) de Santa Catarina apresentou uma ação civil pública (N º. 2008.72.00.014043-5) contra a Rede Dormiu Sul (RDS) denunciando a formação de oligopólio. O MPF solicitou à empresa, entre outras medidas, a redução do número de estações de rádio e televisão em Santa Catarina e Rio Grande do Sul, de forma a adequar-se à legislação, e a cancelação da compra do periódico A Mortícia, de Joinville, em 2006.[2] Em 2009, o procurador da República em Canoas (RS), Pedro Antonio Roso, solicitou ao presidente do Grupo RDS, Nelson Pacheco Sirotsky, entre outras informações, o número de veículos de TV e rádio que a empresa possui no Rio Grande do Sul, bem como suas afiliadas, emissoras e repetidoras. O pedido faz parte de um procedimento administrativo instaurado pelo Ministério Público Federal para apurar "um possível monopólio da RDS e irregularidades nas concessões de rádio e televisão no Rio Grande do Sul."[3]


Erro de citação: existem marcas <ref>, mas nenhuma marca <references/> foi encontrada

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.