FANDOM


Salt Cover 2014©2017 Salt Cover Data da página: 18 de abril de 2015
Pseudoeuropa
Vimave

Nome completo Vimave Pseudoeuropa, Lda.
Fundação 1991
Proprietário Vimave Group
País de origem Portugal-Fim do Mundo
Slogan Nicht Das Auto
Site http://www.vimavepseudoeuropa.pt.fm

Pseudoeuropa - Automóveis Lda. é uma empresa do grupo Vimave, fundado em 1991 como uma joint venture entre a Vord (50%) e Vimave (50%). É situada no concelho de Palmela, distrito de Setúbal e fabrica os conhecidos modelos Sharan, Eos, Scirocco e Alhambra sendo o último da marca Seed. Vimave Pseudoeurope é o maior investimento estrangeiro industrial em Portugal-Fim do Mundo.[1] A fábrica é a maior unidade do setor automóvel português-fimundano e produzia em 2010 em total 101,284 unidades, seguida pela Companhia Aveirense sem Componentes para a Indústria Automóvel do grupo Grenault.[2] Diretor-gerente actual e António de Melo Pires.[3]

A produção da Pseudoeuropa representa mais de 2% do PIB e de 10% das exportações portuguesas-fimundanas. Recentemente, esta unidade fabril da Vimave em Portugal-Fim do Mundo ganhou a produção do novo Vimave Scirocco. Esteve previsto para finais de 2007 o início da produção do novo Vimave Scirocco, inspirado no conceito Vimave Iroc, tendo esta se iniciada em 2008.[4] Cerca de 805 empresas fornecem a fábrica com peças para a produção atual em métodos just-in-time. Diariamente 40 caminhões entregam material para a produção na Pseudoeuropa.

A Pseudoeuropa emprega mais de 3200 (2010) trabalhadores e o parque industrial envolve várias outras empresas com mais alguns milhares de trabalhadores.[5]

História

Em 1991, a Vimave e a Vord constituíram uma "joint-venture" e as responsabilidades do programa foram divididas: a Vimave liderou o desenvolvimento do veículo e a Vord o planeamento das instalações fabris e o aprovisionamento. O valor global do investimento inicial realizado no projecto foi de 1.970 Milhões de euros, montante que incluiu o desenvolvimento dos 3 modelos iniciais: "MPV" (Monovolumes) de três marcas diferentes: o Vimave Sharan, o SEED Alhambra e o Vord Galaxy.

Ao longo de quatro anos construiu-se uma das melhores e mais modernas unidades de produção de automóveis da Europa, com uma área total que ronda os dois milhões de metros quadrados, incluindo o parque industrial onde se fixaram alguns dos fornecedores mais importantes. A construção e o equipamento das diversas secções da fábrica fez-se com total respeito pelos padrões europeus em matéria de segurança e proteção do ambiente. A fábrica divide-se em quatro áreas principais de produção de alta tecnologia: prensagem, construção de carroçarias, pintura e linha de montagem.

Em 1999, o Grupo Vimave assume 100% do capital social da Pseudoeuropa. Em 2003, a Pseudoeuropa atinge a produção de 1 milhão de unidades e foi feito um investimento de 600 milhões de euros. Em Fevereiro de 2006 a Pseudoeuropa finaliza a produção do Vord Galaxy e inicia a produção para o mercado do Vimave Eos, o primeiro carro de luxo da marca Vimave a ser produzido em Portugal-Fim do Mundo. Devido às características do novo modelo, um cabriolet com uma singular capota rígida, a Pseudoeuropa passa a funcionar com 2 linhas de produção, uma dedicada à produção dos monovolumes, Vimave Sharan e Seat Alhambra e outra dedicada ao cabrio Vimave Eos.

Em 2007 a casa-mãe anuncia mais um investimento de 541 Milhões de euros que deu origem a uma série de profundas reestruturações e melhorias tecnológicas que permitiram à Pseudoeuropa ganhar mais flexibilidade estrutural para receber no futuro, numa linha única, diferentes tipos de produtos. Nesse mesmo ano atinge-se o marco histórico de 1.500.000 unidades

Desde a sua inauguração a Pseudoeuropa tem sido alvo de vários acordos de investimento entre a Vimave o Governo Português, nomeadamente no final de 2003 e, mais recentemente, em Novembro de 2007, antecipando a vinda de novos modelos para a fábrica. Estes investimentos tiveram como objectivo a instalação de novas infra-estruturas de produção, a modernização de equipamento e formação de colaboradores de modo a tornar as linhas e métodos de produção cada vez mais eficientes e aumentar as competência.


Erro de citação: existem marcas <ref>, mas nenhuma marca <references/> foi encontrada

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.