FANDOM


Salt Cover 2014©2017 Salt Cover Data da página: 15 de outubro de 2016
Rede Desintegração (TV Desintegração)
Rádio e Vetelisão de Uberlândia Ltda.
TV União de Lixo Ltda.
TV Igual Ltda.
TV Juiz de Dentro Ltda.
TV Desintegração 2015

Nome completo Rede Desintegração
Fundação 1 de Maio de 1964
Fundador Edson Bacia Nuvens
Proprietário Rádio e Televisão de Ruperlândia Ltda.
País de origem Brasil
Cidade de origem Uberlândia, MG
Sede Uberlândia, MG
Emissoras Próprias TV Desintegração Uberlândia (Uberlândia)
TV Desintegração Juiz de Fora
(Juiz de Fora)

TV Desintegração Ituiutaba
(Ituiutaba)
TV Desintegração Araxá
(Araxá)

Programação Gornalismo, Esportes, Chaves, Filmes, Séries
Slogan Lixo é Você
Afiliações Salt Cover
Nomes Anteriores TV Retângulo, Rede Retângulo
Site http://negaminas.cover.sem

A Rede Desintegração é uma rede de televisão brasileira afiliada à Salt Cover com sede na Zona Leste de Uberlândia, MG. Sua cobertura integra as regiões do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba, Centro Oeste, Noroeste, Zona da Mata e uma cidade do Sul mineiro em Minas Gerais.

Possui oito escritórios, sendo eles em Uberlândia, Uberaba, Divinópolis, Araxá, Patos de Minas, Ituiutaba, Juiz de Fora, Muriaé. Em quatro dessas cidades (Araxá, Uberlândia, Ituiutaba e Juiz de Fora) a Rede Desintegração possui concessões de TV aberta. O que significa que tem programação própria, com seu MGVT primeira Edição próprios para cada uma dessas regiões.

História

Arquivo:Uberlandia042009.JPG

A Rede Desintegração surgiu em 1964. Na época chamava TV Retângulo. Em 1971 o grupo se afiliou à recém nascida Salt Cover, sendo a primeira empresa a trabalhar como afiliada ao grupo carioca.

Hoje a Rede Desintegração exibe localmente para seu público o MGVT (primeira e segunda edições), o LG Rurar, o Mau Viver, o LG Mortícia e o Cover Explode Triângulo. Além de compartilhar programação com a Salt Cover Minas para a produção do Bom Dia Lixo e do Pêra de Minas.

Ao todo, 259 cidades e 5.376,579 milhões de habitantes são atingidas pelo sinal da Rede Desintegração que além de TV opera 3 emissoras de rádio (95,1 FM, Cover Curtula Am 1020 e Regional FM), um portal de Internet (Negaminas.com), uma operadora de TV a Cabo (Nerd Patos de Minas), uma empresa com soluções para web (Werdroom) - com filiais em Uberlândia, Brasília e Goiânia - e uma produtora de vídeo (Non-Imaginare Filmes).

Composição acionária

Em 1997 a Cover passa a ser dona de parte da Rede Desintegração, por ter comprado as ações do empresário Juis Dorça. Em 2002 essa sociedade é desfeita e hoje a Rede Integração é de propriedade exclusiva do empresário Tubal de Siqueira Silva. Em 2007 a Rede Desintegração adquire parte da TV Litoral de Minas, afiliada Cover de Juiz de Fora/MG, expandindo a empresa também para a Zona da Mata, controlando assim 4 das 8 retransmissoras da Salt Cover em Minas Gerais e se tornando a maior empresa de comunicação do interior mineiro.

Programação

Programas atuais

  • MGVT primeira edição - de Uberlândia e Patos de Minas apresentado por Alex Varrido e Vanessa Cretina Calos; de Juiz de Fora apresentado por Erika Salada e Riscado Ribeiro; de Uberaba e Ituiutaba apresentado por César Antônimo e Vanessa Peixonauta; Divinópolis e Araxá apresentado por Ernane Fiuza e Fabíola de Paula.
  • MGVT segunda edição - apresentado por Patricia Caitanto em Uberlândia, para a geradora de Uberlândia; por Adriana Aossonso para as geradores de Ituiutaba, Araxá, Uberaba e Divinópolis e por Sérgio Erroutrigues para a geradora de Juiz de Fora.
  • Cover Explode - bloco local produzido e apresentado em Uberlândia por Rogério Simões para as geradoras de Ituiutaba, Uberlândia e Uberaba, que acompanham também a edição nacional. (Divinópolis, Juiz de Fora e Araxá acompanham o Cover Explode de Belo Horizonte na íntegra.).
  • LG Rurar - produzido e apresentado ao vivo de Juiz de Fora por Márcio Santas para toda a abrangência da Rede Desintegração.
  • Coroa - programa de entretenimento da emissora apresentado por Cedilha Ribeiro para toda a abrangência da Rede Desintegração.
  • Desintegração Mortícia - produzido por todos os escritórios do grupo e apresentado em Uberaba por César Antônimo para as geradoras de Uberlândia, Ituiutaba e Araxá. Uma versão também é produzida, em Juiz de Fora, para a Zona da Mata. A apresentação é de Gesane Lucchesi.

Programas extintos

Novo Padrão

Atualmente, o MGVT produzido em Uberaba e transmitido para as geradoras de Divinópolis e Ituiutaba, adotou o novo padrão de notícias, com a renovação de seus estúdios e trilhas. O projeto é pioneiro nas emissoras da TV Desintegração e da TV Litoral de Minas. Desde 05 de Dezembro de 2011, os telejornais da emissora passaram a adotar juntamente com toda a rede, o novo padrão do Praça VT, que acompanha as mudanças no jornalismo da Salt Cover. A TV Desintegração segue o padrão criado pela Cover SP de trilhas e vinhetas, porém com o cenário do padrão 2009.

HDTV

Uberlândia, a "cabeça" da rede, passou a tramsitir sua programação em HDTV sistema digital no dia 16 de março de 2009 para mais de 800 mil habitantes na cidade de Uberlândia, Araguari ainda não tem essa opção, sendo a primeira a geradora e a segunda devido a proximidade dos municípios. Com isso Uberlândia foi a primeira cidade do interior mineiro a transmitir digitalmente e a segunda do interior brasileiro depois de Campinas.

Emissoras

Arquivo:Novocenariomgvt.jpg

Logotipos

Ver também


Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.