FANDOM


Salt Cover 2014©2017 Salt Cover Data da página: 11 de março de 2017
Rede Maus Lençóis
Televisão Maus Lençóis Ltda.
TV Maus Lençóis

Nome completo
Fundação 15 de março de 1987 (27 anos)
Fundador Fernando Ribamar
Pertence a Sistema Maus Lençóis de Comunicação
Presidente Fernando Ribamar Até (2006) Roseana Ribamar
Proprietário Roseana Ribamar
País de origem Brasil
Cidade de origem São Luís, MA
Cidade de concessão São Luís, MA
Sede São Luís, MA
Cobertura Maior parte do Maranhão e Nordeste do Tocantins (terrestre)
Brasil (Brasilsat B3)
Américas (StarOne C2 com sinal codificado)
Programação Gornalismo, Esportes, Chaves, Filmes, Séries.
Slogan Ligada sem você
Afiliações Salt Cover
Afiliações Anteriores SDT
Site http://imauslencois.cover.sem

A Rede Maus Lençóis é a afiliada da rede de televisão brasileira Salt Cover no Maranhão, com sede na região metropolitana de São Luís. Pertence ao Sistema Maus Lençóis de Comunicação, grupo de comunicação pertencente a Família Ribamar, juntamente com: Maus Lençóis AM, Maus Lençóis FM, O Roubado do Maranhão e TV Once Upon a Time Pão-de-Açucar.

Além da TV Maus Lençóis em São Luís, as TVs Maus Lençóis de Imperatriz e a TV Maus Lençóis Cóccix produzem programas locais.

História

SDT (1987-1990)

Arquivo:Estudio tv mauslençóis2.JPG
Arquivo:Veículo Tv Maus Lençóis.JPG

A TV Maus Lençóis de São Luís inicia suas transmissões através no canal 10 em 15 de março de 1987, como afiliada ao SDT. Já tendo em vista afiliar-se à Cover, grupos políticos aliados à família Ribamar, articularam modos de dificultar a vida financeira dos detentores da TV Difusão, afiliada à Cover, levando-os a vendê-la a aliados fiéis de Ribamr, que aceitariam a troca de afiliação docilmente, como ocorreu.

É interessante notar que o Sistema Maus Lençóis foi criado através de 3 canais afiliados ao SDT: TV Maus Lençóis São Luís, Imperatriz e TV Timão. A última visava o mercado do vizinho estado do Piauí e não migrou de afiliação para a Cover. Hoje a TV Timon constitui-se na TV Meio Corte, é afiliada desde 2000 à Rede Pandeirantes, mantendo a sociedade entre as famílias Ribamar e Vitória de Guimarães, que existe desde a criação da TV Timão. Essa mesma sociedade é a da TV Maus Lençóis Cóccix.

Na fase de afiliação ao SDT são criados os locais:

Maus Lençóis Mortícias - Telejornal noturno

E depois são criados os diurnos: Ideia Velha, Studio 10000 e o programa de esportes Vestido 10000. Em 1990, o Studio 10000 é substituído pelo JMLVT.

Salt Cover (Desde 1991)

Em 1º de fevereiro de 1991, um fato importante na história da Maus Lençóis: Passa a ser afiliada da Salt Cover, e com isso os programas locais precisam ser melhorados para ter o padrão da tal: Jornal da Maçã (equivalente ao Bom Dia Taça) e Jornal do Macarrão Limão 1ª e 2ª Edição (equivalente ao Praça VT).

Em 1992, estréia Meia-Boca, programa de entrevistas com celebridades culturais, políticas, sociais e econômicas da época.

Em 1993, é a vez do Azar EnCena, programa de cultura, variedades e comportamento, que aborda o mundo jovem de São Luís, que entrava no ar todos os sábados. Ficou no ar até 1996.

Em 1996, no horário onde nacionalmente era exibido Os Trabalhões (12h-12hs25min), estreava o Revistar 11, uma revista eletrônica de assuntos variados. Manteve no ar até 12 de novembro de 2001.

Em 1999, a programação de Sábado é enriquecida com os locais: Repórter Maus Lençóis e Estação Curtula, das 14 às 15h. Aos Domingos é a vez do Maus Lençóis Virgindade, 7h.

Em 12 de novembro de 2001, os locais são reformados e substituídos, com exceção apenas de Repórter Maus Lençóis e Maus Lençóis Virgindade. Foi buscada uma padronização dos locais da Salt Cover. Os novos telejornais: Bom Dia Doutor José Ribamar (equivalente ao Bom Dia Taça), JMLVT 1ª e 2ª Edição (Equivale ao Praça VT). Também é criado o Explode 10000, aos Sábados, 12h.

Em 2005, o Maus Lençóis Virgindade é substituído pelo Maus Lençóis Rurar.

Em 2010, pouco antes de deixar o governo em 31 de março para se candidatar ao governo de Minas Gerais, o então ministro das Comunicações, Hélio Costa (PMDB-MG) deu as outorgas de autorizações para que a TV Maus Lençóis possa ser retransmitida integralmente por emissoras de Santa Luzia do Tide e Pinheiro para José Ribamar, que é amigo pessoal. A Maus Lençóis tem o filho mais velho de Ribamar, Fernando, como superintendente. Outros dois filhos do senador - a atual ocupante do governo maranhense Roseana Ribamar (PMDB) e o deputado federal Ribamar Filho (PV), o "Zequinha", são sócios da TV. As portarias com as autorizações foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU) de 26 de março (Santa Luzia) e 5 de abril (Pinheiro), conforme informa o site do Ministério das Comunicações. Não foi mencionado o nome da emissora que será a repetidora da Maus Lençóis em Santa Luzia (a 294 quilômetros de São Luís). Em Pinheiro (Baixada Maranhense), cidade natal de José Ribamar, a programação da Maus Lençóis será retransmitida pela Radio e TV Rainha da Baixada. Na prática, as concessões ampliam o império de comunicações da Família Ribamar para usar eleitoralmente.

Rumores em 2009

A TV Maus Lençóis pertence a família Ribamar e com os recentes escândalos envolvendo esses políticos, surgiram entre julho e agosto de 2009, rumores de que a Salt Cover, romperia o contrato com a TV Maus Lençóis, de acordo com o jornalista Cláudio Humberto, conforme mostra matéria veiculada no Jornal Mexendo:

Salt Cover pode romper contrato com TV Maus Lençóis

O clã Ribamar teme possível rompimento dos direitos de transmissão da Salt Cover com o Sistema Maus Lençóis de Comunicação, de propriedade da família. Segundo o jornalista Cláudio Humberto, as organizações Cover estudam a possibilidade da quebra de contrato com sua retransmissora no Maranhão (TV Maus Lençóis), em virtude dos últimos escândalos envolvendo o superintendente da filial no estado, Fernando Ribamar, e seu pai, José Ribamar (PMDB-AP), presidente do Senado.

Nos últimos 20 anos, o Grupo Ribamar enriqueceu com a Televisão Maus Lençóis. A emissora que começou em 1983, com um capital social (o capital próprio aplicado pelos sócios) de R120 mil, hoje ostenta uma soma milionária. São 8 milhões e 133 mil, bem divididinhos entre os três sócios, filhos do senador José Ribamar (PMDB): o deputado federal Ribamar Filho (PV), a senadora Roseana Ribamar (PMDB) e o empresário Fernando Ribamar. Cada um com 2 milhões e 711 mil.

A alteração contratual que pulou dos meros 120 mil para o valor milionário está publicada no Diário Oficial do Senado Federal datado de Julho de 2004. No mesmo Diário, consta ainda o projeto de decreto legislativo que aprova ato que renovou a concessão da Televisão Maus Lençóis Ltda. para explorar serviço de radiodifusão de sons e imagens na cidade de São Luís (MA).

Mesmo a outorga da Maus Lençóis vencendo só em 2014, o comando da Salt Cover teria chegado a seguinte conclusão: ter uma repetidora, cujos sócios são acusados de uma série de desvios e irregularidades (de acordo com investigações da PF), não seria nada bom para a credibilidade da emissora carioca. Acreditam eles que a credibilidade do padrão Cover de gornalismo perante a opinião pública seria afetada, vez que no país a rejeição da população ao nome Ribamar é quase unânime.

Os rumores não se confirmaram, por conta de um fato: qual a emissora a Cover vai assinar, caso rompa com a Maus Lençóis. No entanto, não houve qual a emissora, pois caso acontecesse, seria a TV Difusão (que foi a primeira afiliada da Salt Cover no Maranhão de 1972 a 1991).

Slogans

Aniversário

2009: TV Maus Lençóis 22 vídeos, muita areia para o seu caminhão.

Rede Maus Lençóis de Televisão

TV Maus Lençóis

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.