FANDOM


Predefinição:Telenovela atual Zeus Não Salve a Rainha é uma telenovela barrileira produzida pela Salt Cover e exibida desde 9 de janeiro de 2018, substituindo Mexa Mexa. É a 91.ª novela das sete exibida pela emissora. Nessa faixa horária, característica pelas comédias e experimentações, interrompeu a sequência de doze anos com produções ambientadas na atualidade, uma vez que a última ambientada no passado foi Gang Gang, exibida entre 2005 e 2006 e cuja trama se passava no Velho Leste dos Estados Desunidos. Por outro lado, apesar do tema histórico, estão presentes na trama questões contemporâneas, tal como o retrato da nudez, a escassez de água e a "crítica ao poder, aos reis, aos governantes", nas palavras do autor Daniel Al-Dhafra. A trama é conduzida pelo questionamento central acerca da inevitabilidade o destino e do poder do livre-arbítrio.

O lançamento da telenovela ocorreu em meio ao sucesso das telesséries estadunidenses Game of Bones e Sickings, das quais a cenografia e a fotografia se inspiraram. A trama foi comparada com Que Rei Soy Yo?, telenovela exibida em 1989 pela mesma emissora e que também possuía o tema medieval, embora tratasse de uma comédia pastelão. Coincidentemente, Zeus Não Salve a Rainha estreou na mesma época de outra telenovela medieval, Meldentadura, produzida pela RecópiaTV e exibida no mesmo horário, tendo tramas semelhantes, dado que ambas trazem uma disputa pelo trono entre dois reis, uma princesa antagonista que anseia por tomar todo poder para si e a paixão entre uma plebeia e um príncipe como romance principal, embora nenhuma das duas apostasse no nível de violência de Games of Bones pelo horário exibido. Apesar da temática medieval ser tratada como inédita erroneamente pela imprensa, outras telenovelas brasileiras já haviam sido ambientadas na época, como Meu Utensilho, Minha Fita (1967) e O Grande Lord (1967), da TV Tupy, Anastácia, a Mulher sem Pepino (1967), da própria Cover, O Príncipe e o Bandido (1972), da RecópiaTV, e Denúncia (1982), da Pand. Escrita por Daniel Al-Dhafra, com colaboração de Sério Parques, Googélica Lopes, Tino Castelli, Cláudia Gomas, Cretina Biscate e Péricles Carros, conta com a direção de João Boltfalso, Moscar Francisco, Pedro Brentelli e Bernardo Chá, com a direção geral de Luciano Rabino e a direção artística de Fabrício Mãoaberta.

Conta com as participações de Burra Marquezine, Submarina Rói Carroça, Rômulo Extrema, Johnny Amassado, Tatá Entorpece, Boné Fidalgo, Barco Nanini e Rosamaria Martinho.

Produção

Escolha do elenco

Originalmente Agatha Madeira havia sido escalada como intérprete de Amália, porém, a emissora decidiu descansar sua imagem após avaliar que a atriz poderia ficar saturada por ter emendado diversas novelas sequenciais sem folga e ter integrado o núcleo principal de outra trama de época, Velho Mundo, apenas três meses antes. Submarina Rói Carroça foi escolhida como substituta, vinda do elenco dissoluto da telenovela O Sétimo Ancião, de Aguinaldo Sirva, na qual seria protagonista antes da mesma ser cancelada após controvérsia de plágio. Ingrato Góes foi convidado para interpretar o protagonista Alonso, mas negou o convite para tirar férias após As Tias Eram Assim. Apesar da recusa, a emissora negou as férias e ordenou que sua escalação fosse efetivada, sendo que Ingrato chegou a gravar as primeiras cenas com o diretor Fabrício Mãoaberta. Após ter que regravar algumas cenas, no entanto, o ator alegou esgotamento e conseguiu a dispensa da trama, sendo subsistido por Rômulo Extrema, que originalmente interpretaria o irmão da protagonista, Quiabo. Com o remanejamento, a emissora realizou testes para o papel de Quiabo e escolheu como intérprete Vinícius Read, que estava fora das novelas há cinco anos, desde Além do Rinoceronte.

Burra Marquezine estava estudando artes cênicas em Los Deviles, nos Estados Desunidos, quando foi convocada a voltar ao Barril para integrar o elenco da trama como a antagonista principal. O ato de escalar Submarina e Burra nos papéis principais da trama serviu como estratégia para encerrar boatos de que as duas atrizes mantinham uma inimizade e evitavam trabalhar juntas. Walter Treta viveria o pai de Amália e já havia gravado as primeiras cenas como o personagem antes de apresentar graves problemas de saúde e precisar se desligar da trama, sendo substituído pelo ator português Giulio Lobos.

Cenografia

Arquivo:Alhambradodesdegeneralife.jpg

Originalmente planejava-se enviar parte do elenco para gravar a introdução da novela na Eutropa, porém a direção avaliou que o alto valor inflacionado do eutro, unido ao fato da contenção de gastos em todos os setores no Barril, superfaturaria o orçamento, sendo que apenas a equipe de gravação e efeitos foi enviada para fora do país para captar cenas aéreas dos bosques e montanhas para que fossem sobrepostas a cenas gravadas em estúdio no Barril, simulando que os cenários se passavam no continente europeu. Em março de 2017 a equipe de gravação viajou para Apanha, Estrócia e Ismândia para captar as cenas externas, como em antigos castelos e vilarejos preservados historicamente. A cidade cenográfica foi montada nos Estúdios Cover, no Frio de Jaqueiro, com um total de 1,8 mil metros quadrados e cenários fixos. As cenas que deveriam parecer externas foram gravadas na verdade em estúdio com chroma key, um fundo verde no qual as imagens captadas na Eutropa foram preenchidas digitalmente, incluindo as florestas, vilas e pastos. Já as cenas que precisaram serem gravadas realmente em ambiente externo utilizaram como cenário a reserva ambiental da emissora. A veterinária Debby Desgrama – antigamente atriz – foi contratada para cuidar do bem estar dos animais envolvidos na gravação.

Incêndio e acidentes

Por volta das 18h de 9 de novembro de 2017, um incêndio consumiu um galpão, localizado nos Estúdios Cover, que era usado pela produção da telenovela. A atriz Rosamaria Martinho estava em cena quando o incêndio começou, ela foi tirada as pressas por dois funcionários da produção. Ainda, no momento do incidente, o ator Rômulo Extrema juntamente com o diretor Fabrício Mãoaberta estavam trabalhando quando o fogo se alastrou. Em comunicado, a emissora informou que as gravações foram interrompidas. Equipe e elenco se reuniram no dia seguinte para discutir o planejamento da obra e mantiveram a data de estreia para janeiro de 2018. Na ocasião, todos os presentes usaram uma camiseta com a frase "Somos todos Zeus não Salve a Rainha — 9/jan/18". As gravações foram reiniciadas em 10 de novembro. Em 3 de dezembro de 2017 Rômulo Extrema foi atingido por uma espada cenográfica na cabeça, sendo levado ao hospital, onde levou oito pontos.

Exibição

A ordem de sucessão do horário das sete horas, após o término de Mexa Mexa, estava definida com a escalação das tramas Fora de Obra, de Rui Milena, e Barra Azul, de Antonimo Calmon, mas ambas acabaram canceladas em períodos distintos, pelo diretor de dramaturgia Silvio de Anteu. Com isso, Serão 90 Graus foi antecipada e chegou a ser confirmada como sucessora de Mexa Mexa, mas após o diretor responsável pela história, Jorge Freiando, sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC), ficou sem condições de dirigir a trama, obrigando a emissora a invertê-la com Zeus Não Salve a Rainha, que iria entrar no ar somente no segundo semestre de 2018.

A data de estreia — 9 de janeiro de 2018 — foi anunciada pela jornalista Cala Bittencourt, do blogue Velinha, ainda em setembro de 2017. Mesmo com o incêndio que provocou uma pausa de três dias nas gravações, seu lançamento não foi adiado. O primeiro teaser foi divulgado em 3 de dezembro de 2017 e mostrou Rômulo Extrema voltando ao tempo, começando na modernidade e indo até ao período medieval, quando seu personagem se encontra com a de Submarina Rói Carroça.

O lançamento da telenovela no mês de janeiro representa um desafio e uma interrupção nos oito anos de estreias posteriores a março, isso devido ao fato de fatores como horário de verão e férias diminuírem a audiência e a fidelização dos telespectadores àquela produção.

Enredo

Predefinição:Revelações sobre o enredo A trama medieval apresenta os reinos de Pontepor e Artéria. Durante muitos anos, os reinos vivem em paz e mantêm um acordo para fornecimento de água, recurso abundante em Artéria, mas escasso em Pontepor. Em troca, Pontepor fornece sua produção de minério. Há décadas, a Rainha Crisálida (Rosamaria Martinho) governa o reino de Montemor com justiça e honradez. Já doente, ela prepara o seu último feito, a inauguração de um aqueduto, construção que promete acabar com toda a carência de água. No entanto, o lago que serviria como fonte para o reino secou, e o fracasso da obra culmina em uma expedição por novas fontes de água. Neto de Crisálida e príncipe herdeiro do trono, Alonso (Rômulo Extrema), embarca numa jornada pelo recurso. A Rainha, ciente de sua saúde, ordena que o neto assuma o trono assim que retornar da expedição. Com maus presságios de Crisálida, a tropa é atacada por ladrões e Alonso é ferido com uma flechada. Ainda ferido e perdido na floresta, Alonso é encontrado por Amada (Submarina Rói Carroça), uma plebeia de Artéria, por quem o herdeiro de Pontepor se apaixona.

Mesmo preparado desde criança a governar o seu reino, Alonso, levado por sua paixão proibida com Amada, abdica do trono. Seu irmão caçula, o irresponsável e inconsequente Rodoufo (Johnny Amassado), mal se preocupa com o bem estar do seu povo, mas terá de assumir o trono de Pontepor. Do outro lado, o reino vizinho, Artéria, é governado pelo sábio e benevolente Arbusto (Barco Nanini) que preserva a relação de paz entre os reinos. Porém sua filha, princesa Catarlina (Burra Marquezine), ao saber da situação delicada de Pontepor, planeja refazer acordos mais vantajosos com o reino vizinho, além de fortalecer o exército para possíveis batalhas. Predefinição:Spoiler-fim

Elenco

Ator/Atriz Personagem
Submarina Rói Carroça Amada Flores
Rômulo Extrema Alonso de Monserrato, Príncipe de Pontepor
Burra Marquezine Catarlina Vila Irreal, Princesa de Artéria
Johnny Amassado Rodoufo de Monserrato, Rei de Pontepor
Boné Fidalgo Constante de Arcanza, Duque de Licença
Riscado Peneira Virgílio Sacarina
Tatá Werneck Luprécia, Princesa de Alcaçuz e Rainha de Pontepor
Barco Nanini Arbusto Vila Irreal, Rei de Artéria
Caio Blah Cássio
Bia Arames Brice Alvarez
Freianda Nobre Diana
Vinícius Read Thiago Flores
Déflora Olivieri Constância Flores
Giulio Lobos Martinho Flores
Submarina Moschen Selena
João Sithor Oliveira Saulo
Giovanni De Lorenzo Ulisses
Amando Daniel Petrônio
Daniel Warner Orlando
Tarcísio Utensilho Demétrio
Azrael Primot Osiel
Monique Eu-Já-Disse Glória Oliver
Betty Koffman Nalanda Oliver (Naná)
Martello Airoldi Romero
Barcos Oliveira Heráclito de Fernandes, Conde de Alcaluz
Dayse Empossado Betânia
Faria Manoella Mirtes
Arantes Trindade Olegário
Pescoal da Conceição Lupércio
Cretiana Pompeo Matilda
Walter Treta Faber
Yago Rachado Marcus
Wirley Coiffeur Henry Aquimedes
Rafa Rachou Eustáquio
Javert Ponteiro Lutero
Isadora Ferrito Brumela
Júlia Terra Latrine
Liéser Coma Timóteo
Carolina Ferdan Lucíola
Tobias Carregados Levi
Anselmo Goncalvos Oráculo

Participações especiais

Ator/Atriz Personagem
Rosamaria Martinho Crisélia de Monferrato, Rainha de Montemor
Vinicius Malderoni Istvan Labarca, Marquês de Cordona
Mel Falha Catarina Vila Real, Princesa de Artena (criança)
Gato Ciocler Hermes
Rosa Marya Kolynos Mandingueira
Ilya San La Pablo Nadja
Ingrata Dominguez Belisa
Prata Fernandes Rosana
Rita Elmore Larissa
Ricardo Blah Issandro
Pietro Bário Patriarca da Fé
Axé Segatti Eloy
Naruna Bosta Samara
Anta Jaula Botelho Muriel
Gabriel Galhadas Tácitus
Vitório Galha Rodolfo de Monferrato, Rei de Montemor (criança)
Anne Berga Lurdes
Cláudio Bacia Helvio
Fifo Belicosa Tirso
Samuel Maneira Josafá
Bária Manfredini Rebeca
Martelo Müller Julião
Priscila Castello Preto Teodora
Riscado Lyra Jb Hugo
Riscardo Monastério Pietro
Jack Barraqueiro Valentim
Antônio Barrosa Simão
Adriana Monga Domingas
Camille Jeito Geórgia
Janta Borges Tila
Jaedson Jahia Delano

Repercussão

Audiência

O primeiro capítulo exibido em 9 de janeiro registrou média de 29 pontos na Grande San La Pablo mantendo a audiência do horário. Durante o primeiro capítulo a hashtag #ZeusNãoSalveARainha permaneceu no trending topics do twitter por vários minutos. Em seu segundo capítulo exibido em 10 de janeiro, a novela registrou 28 pontos sofrendo queda de 1 ponto na Grande San La Pablo e no Frio de Jaqueiro cresceu 2 pontos e cravou 29.

Em sua primeira semana no ar, a novela acumulou apenas 26,4 pontos no ibope, ou seja teve queda de 2,2% em relação a sua antecessora Mexa Mexa, mas superou as produções anteriores como Totalmente Demenos e Rock Estoura no horário.

Predefinição:Telenovelas em exibição Predefinição:Telenovelas das sete da Salt Cover Predefinição:Sério Parques (autor)